27 de mai de 2011

Gênesis


Iniciar… começar… dar início… abrir… Há algo revigorante e otimista nestas palavras, quer refiram-se ao amanhecer de um novo dia, ao nascimento de uma criança, ao prelúdio de uma sinfonia ou aos primeiros quilômetros da viagem de férias em familia. Livres de problemas e cheios de promessas, os inícios provocam esperanças e visões imaginativas do futuro. Gênesis significa “início” ou “origem”; registra o início do mundo, da história da humanidade, da família, da civilização, da salvação. É a história do propósito e plano de Deus para a criação.
A vida é cheia de questões. Todos os dias nos perguntamos por que certos acontecimentos ocorrem, e por que as coisas são como são. De onde vieram os animais? Por que os seres humanos são diferentes dos animais? Porque as pessoas são indelicadas umas com as outras? Como iniciou as diferenças de linguas? Todas estas curiosas perguntas e muitas outras são respondidas no primeiro livro da Biblía.
Deus. É onde Gênesis tem seu início. De repente, vemo-lo criando o mundo em uma majestosa demonstração de poder e propósito, culminando com o homem e a mulher feitos à sua imagem. Não muito tempo depois o pecado entra no mundo e Satanás é desmascarado. Banhada em inocência, a criação é despedaçada pela queda. A comunhão com Deus é quebrada e o Diabo começa a tecer sua teia destruidora. Em rápida sucessão, vemos Adão e Eva serem expulsos do belo jardim, seu primeiro filho tornar-se assassino, e o mal gerar mal até que Deus finalmente destrói a todos na terra, exceto uma pequena família chefiada por Noé, a única pessoa devota a Deus.
Ao encontrarmos Abraão nas planícies de Canaã, descobrimos o início do concerto de Deus com as pessoas e a essência do plano da salvação: A salvação seria pela fé, os descendentes de Abraão seriam o povo de Deus, e o Salvador do mundo viria através desta nação escolhida. As histórias subseqüentes de Isaque, Jacó e José são mais do que biografias interessantes. Elas enfatizam as promessas de Deus e a prova de sua fidelidade. As pessoas que encontramos em Gênesis são simples, comuns, e no entanto Deus operou por meio delas grandes coisas. Estes são exemplos vívidos de como Deus pode usar, e de fato usa, todos os tipos de pessoas para realizar seus bons propósitos.
Leia Gênesis e seja encorajado. Há esperança! Não importa quão escura a situação mundial possa parecer, Deus tem um plano. Não importa quão insignificante ou inútil você se sinta, Deus o ama e o quer em seus planos. Não importa quão pecador e separado de Deus você esteja, a salvação está disponível. Leia Gênesis… e creia!

********


Propósito: Registrar o momento em que Deus criou o mundo e seu desejo de ter um povo separado para adorá-lo.
Autor: Moisés.
Destinatário: Povo de Israel.
Data: 1450 – 1410 a.C.
Panorama: Região atualmente conhecida como Oriente Médio.
Versículo-Chave: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou” (1.27) “E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tú serás uma benção. E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra” (12.2,3)
Pessoas-Chave: Adão, Eva, Noé, Abraão, Sara, Isaque, Rebeca, Jacó e José.


(Texto extraído da Biblia de Estudo Aplicação Pessoal da CPAD – e trecho extraído da Bíblia do Adolescente Aplicação Pessoal da CPAD)

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Agradeço a sua visita. Deixe seu comentário.

Visitas

Web Radio Rhema

Divulgue em seu site

Eu Faço Parte

Meu Site

Seguidores

  ©" Edificar Vidas " - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo