27 de mai de 2011

O Consolador

espirito_santo Fala-se muito hoje de questões espirituais, tentando-se adivinhar “o lado de lá”. Não são poucas as revistas,os livros e as novelas que tratam frequentemente deste assunto. No entanto, quando a Bíblia fala do Espírito, ela não se refere a qualquer um, mas o Espírito Santo, e por isso é importante ter uma idéia clara a respeito de quem ele é e do que faz. O texto bíblico abaixo nos ajuda neste propósito. Jesus conversava com seus discípulos sobre aquele que ocuparia o seu lugar porque seu tempo na terra estava acabando. Apresenta-o como o “Consolador” que estará para sempre com eles (João 14.16 - E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre). Também diz que o Espírito Santo os faria lembrar de tudo quanto ele tinha ensinado durante o convívio com eles (João 14.26 - Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito). Na passagem em destaque, o Consolador é o que fala a respeito de Jesus e trabalha com os discípulos. Finalmente, Jesus diz que ele convencerá o mundo dos seus pecados e da justiça de Deus (João 16.8 - E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo). Não é sem razão que o Espírito Santo é chamado de Ajudador ou Advogado.

Jesus avisa seus discípulos das coisas que lhes acontecerão (João 16.2-3 Expulsar-vos-ão das sinagogas; vem mesmo a hora em que qualquer que vos matar cuidará fazer um serviço a Deus.E isto vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim) e os prepara para que a perseguição e o martírio não lhe causem surpresa. Uma existência tranquila e apreciada pelo mundo não faria parte da vida dos cristãos. Mas o fato de que o Espírito Santo seria enviado para ajudá-los, incentivá-los e trabalhar com eles seria o motivo de sua força e coragem. O Ajudador estaria para sempre com eles, tornando o seu testemunho poderoso e eficaz.

O final do capítulo 16 mostra que, apesar das adversidades e aflições que a vida muitas vezes nos proporciona, a companhia e a intimidade com Cristo nos asseguram paz ao coração. Não tenhamos medo: Jesus venceu todas as coisas para nos ajudar a enfrentá-las – e o seu Espírito nos acompanha até hoje.

Texto de: Edson de Oliveira Lima, Araraquara – SP (extraído do livro: Pão Diário)

“Vida que faz sentido é aquela guiada pelo Espírito Santo”

Texto bíblico; (João 15.26 – 16.24)

26.Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.

27.E vós também testificareis, pois estivestes comigo desde o princípio.

1.Tenho-vos dito estas coisas para que vos não escandalizeis.

2.Expulsar-vos-ão das sinagogas; vem mesmo a hora em que qualquer que vos matar cuidará fazer um serviço a Deus.

3.E isto vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim.

4.Mas tenho-vos dito isto, a fim de que, quando chegar aquela hora, vos lembreis de que já vo-lo tinha dito. E eu não vos disse isto desde o princípio, porque estava convosco.

5.E agora vou para aquele que me enviou; e nenhum de vós me pergunta: Para onde vais?

6.Antes, porque isto vos tenho dito, o vosso coração se encheu de tristeza.

7.Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei.

8.E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.

9.Do pecado, porque não crêem em mim;

10.Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais;

11.E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.

12.Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora.

13.Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.

14.Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.

15.Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.

16.Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis; porquanto vou para o Pai.

17.Então alguns dos seus discípulos disseram uns aos outros: Que é isto que nos diz? Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis; e: Porquanto vou para o Pai?

18.Diziam, pois: Que quer dizer isto: Um pouco? Não sabemos o que diz.

19.Conheceu, pois, Jesus que o queriam interrogar, e disse-lhes: Indagais entre vós acerca disto que disse: Um pouco, e não me vereis, e outra vez um pouco, e ver-me-eis?

20.Na verdade, na verdade vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará, e vós estareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá em alegria.

21.A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo.

22.Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará.

23.E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar.

24.Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Agradeço a sua visita. Deixe seu comentário.

Visitas

Web Radio Rhema

Divulgue em seu site

Eu Faço Parte

Meu Site

Seguidores

  ©" Edificar Vidas " - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo