16 de jun de 2011

Meu Testemunho

testemunho 
Nasci e cresci dentro da Igreja Católica, frequentando as missas raramente, não era muito de ir a igreja. Na verdade ia mais por obrigação do que por agradecimento, honra e adoração a Deus. Sentia sempre que da forma como eu entrava na igreja eu saia. Tinha muitas dúvidas em minha mente, tudo parecia uma rotina dentro da igreja. É claro que não estou falando mal, estou expondo o que se passava comigo. Depois que me casei passei a frequentar a Igreja Católica Carismática, sempre em busca de estar mais próxima de Deus. Lá eu já sentia melhor, comecei a ter um relacionamento mais próximo de Deus, porém não tanto no meu dia a dia, mas em algumas vezes, faltava algo ainda. Foi ai que Deus começou a falar comigo.

Eu e meu marido tinhamos um sonho de ter a nossa casa própria, um dia Deus me mostrou: A casa (casa que era de um amigo nosso), eu na cozinha, meu marido na copa, meus filhos Jhonathan e Matheus na sala, e vindo da sala pra copa uma menina bem mais nova que os meninos (essa será outra revelação do Senhor). Naquele momento eu disse ao Senhor, essa é a nossa casa.  Passado alguns meses nosso amigo precisou vender a casa, e eu disse pra ele que iria comprar. Meu marido meio em dúvida, disse como? E eu falei vamos comprar, vai aparecer um jeito. Tinhamos 2 caminhões na época e vendemos 1, tinhamos 1 carro que havia comprado a 1 ano e me lembro bem que no momento da compra disse para o meu marido “Esse carro será a nossa casa”, passamos o carro como parte do pagamento. Conseguimos comprar a casa que Deus me mostrou.

Passado 1 ano que compramos nossa casa, novamente Deus me mostra aquela menina que apareceu quando Ele me mostrou a nossa casa, dessa vez foi em sonho. Ela aparecia pra mim sorrindo com os cabelinhos encaracolados ruivos, pele clara, linda, linda. Depois daquele sonho, orando ao Senhor, senti uma vontade de ser mãe novamente. Porém veio o medo, meus filhos já estavam um com 12 anos e o outro com 8 anos, eu trabalhava fora, pensava como seria no meu serviço, como seria pra cuidar de meus pais, por que de certa forma eles precisam de mim, por mais que sejam pessoas muito fortes de saude, eu tinha que estar disponível a eles. Mas aquele desejo era muito forte em meu coração, uma noite na igreja orei ao Senhor e disse: Que seja feita a tua vontade. Naquele momento eu estava de olhos fechados e uma luz muito forte branca veio do alto diretamente para minha barriga, eu nunca vou me esquecer desse dia, foi algo que mexeu muito comigo, nunca tinha tido uma experiência assim. Alguns dias depois passei no médico e disse a ele dessa vontade de ser mãe novamente e se tinha algum problema por eu estar com 30 anos, ele me disse que não, mas que iria demorar um pouco pelo fato de eu estar tomando anticoncepcional há 8 anos, me pediu que parasse com o remédio e que daqui 3 meses eu voltasse para fazermos alguns exames. Passado 1 semana fiz o exame de sangue porque desconfiava estar grávida, e pra minha imensa alegria eu estava. Isso foi em agosto de 2008. Em outubro Deus me revelou que meu bebe era uma menina, eu vi o Jeferson (meu marido) com um bebe enrolado em uma manta lilás, juntamente com meus dois filhos. Naquele momento tive a certeza da minha princesa. E com 17 semana de gravides veio a nossa confirmação, a Jhennyfer estava a caminho. Que alegria, uma menina depois de 2 meninos, que benção! Eu não estava muito satisfeita com o atendimento do meu médico e procurei outra médica que por sinal me atendeu muito bem e me senti melhor com ela. Costumo dizer que ela foi um anjo colocado por Deus em minha vida e da minha filha, por que em dezembro de 2008 tive um sangramento acompanhado de descolamento de placenta, fui hospitalizada e automaticamente afastada do serviço, a médica me mandou ficar de repouso absoluto porque eu estava com placenta prévia total. Minha filha corria risco de vida, ou poderia nascer com problemas de saúde. Foram os meses mais dificeis da minha vida. Passava o tempo todo deitada, para tomar banho eu tinha de tomar sentada, quando precisava ir ao médico tinha de colocar uma cinta pra segurar o peso da barriga enquanto estava sentada no carro para não forçar ainda mais a placenta para baixo. Foram 5 meses de cama, repouso absoluto. Eu tinha tanto medo de perder minha filha, falava com Deus “Se o Senhor colocou em meu coração o desejo de ser mãe novamente, se o Senhor me mostrou que seria uma menina, por que o Senhor fez tudo isso? Por que estou sofrendo tanto, com medo de perder a minha menina? Será que foi só para eu ter o prazer de ficar gravida de uma menina?” Ai veio em meu coração: “Se o Senhor me mostrou a minha filha dentro da nossa casa, é por que ela vai nascer cheia de saúde e vai ficar conosco”. Eu não queria que meus filhos, meu marido me vissem chorando, mas muitas vezes era o que eu fazia o tempo todo, eu via a preocupação deles que também tentavam disfarçar. Mas eu conversava com a Jhennyfer na minha barriga e dizia: “Filha eu vou te apresentar o homem mais importante desse mundo, Deus”. Nesses meses que fiquei de cama fiz amizade com muitas mamães através de um forum na internet chamado e-family, muitas amizades que tenho até hoje, pessoas que me ajudaram muito no momento mais dificiu da minha vida. Uma delas que eu não posso deixar de citar o nome, foi a Nice, minha irmã e amiga. A Nice aos poucos foi me evangelizando sem eu nem perceber, foi me mostrando a importância de Deus na minha vida, me ensinou a Amá-lo e a ter comunhão com Ele. Foi aí que reconheci que no momento em que eu mais achava que Deus estava me abandonando Ele estava trabalhando em minha vida, através da Nice o Espírito Santo foi fazendo a obra em minha vida. Os meses se passaram, no final da gestação ainda peguei uma infecção que poderia complicar todo o parto, minha filha poderia nascer com meningite, pneumonia e outras coisas. Mas Graças a Deus, dia 15 de abril com 9 meses completos a Jhennyfer nasceu, linda e perfeita. Tive mais uma complicação porque os pontos da minha cirurgia não queria fechar, a médica então me recomendou mais 1 mês de cama. Meu Deus parecia que nunca mais eu teria minha vida normal. Mas o tempo passou e hoje eu reconheço todo o trabalhar de Deus em nossas vidas. A Jhennyfer veio para mudar nossas vidas, principalmente que a conhece pessoalmente pode dizer isso, ela é uma criança muito abençoada e iluminada. Deus tem uma obra linda na vida dela.

Para eu voltar a trabalhar precisei deixar minha filha com uma babá, que caiu do céu. A Valéria era uma benção, cuidava da minha filha com muito amor e carinho, tinha um cuidado muito especial com ela. A Valéria foi outra pessoa que Deus colocou no nosso caminho, para nos mostrar o caminho certo a seguir. Aos poucos ela foi cativando o Matheus nosso filho do meio, ele passou a ir a Igreja Assembléia de Deus com a minha sogra e meu sogro, isso mais ou menos em maio de 2010. Ele nos chamou para ir um dia ver ele cantar. Combinamos que iriamos 5 domingos seguidos e que se gostassemos bem, se não já teriamos feito a nossa parte. Como pode né, eu sempre dizia que jamais seria evangélica. Porque eu tinha uma visão diferente, achava que os cristãos eram pessoas fanáticas, que seguiam ordem do pastor, não pode isso não pode aquilo. Como somos cegos Senhor! Não somos fanáticos, vivemos o Evangelho de Cristo e obedecemos o seus mandamentos, quem serve a Deus tem que servir de verdade. Enfim, fomos no culto daquela noite de domingo, e posso dizer que naquele dia Deus falou profundamente ao meu coração. Mas ainda não me rendi, tinha medo do que os outros iam dizer, do que minha família iria pensar, afinal todos são católicos e eu iria mudar isso?! Em agosto o Matheus aceitou a Jesus como seu único Senhor e Salvador, como estava feliz meu filho naquele dia. Dia após dia o Espírito Santo ia trabalhando em minha vida, até que no dia 26 de setembro Deus não me chamou ele ordenou, por que Ele já vinha me chamando a muito tempo, e o culto todo Ele falava comigo e finalmente eu pude sentir a alegria em meu coração de ter minha vida entregue a Deus. Como posso descrever esse momento, não sei! Me lembro daquela emoção como se fosse hoje. Passei então a me dedicar cada vez mais a conhecer a Palavra de Deus, a conhecer aquele que agora habitava em mim o Espírito Santo. Comecei a buscar em oração a salvação da minha família. Meu marido era desviado e no dia 31 de outubro, junto com o meu filho mais velho Jhonathan e o irmão do meu marido Anderson, aceitaram a Jesus. Naquele dia minha alegria foi tão grande, que parecia que eu não ia aguentar. Me lembro que durante o dia eu orava e pedia a Deus que guiasse aquelas pessoas que tinham estado do sabado conosco na igreja para que voltassem no domingo para ouvir novamente a Palavra. Quando estavamos pra sair de casa meu marido disse que não iria, eu olhei pra ele e disse: “Você vai, por que Deus quer que você vá”. Chegando na igreja eu não orava como de costume, eu não conseguia agradecer ou mesmo pedir alguma coisa, apenas interceder pelas almas que estavam ali, e Deus disse em meu coração, almas serão salvas essa noite. Foi maravilhoso o trabalhar do Espírito Santo. Em dezembro de 2010 vivi mais um momento maravilhoso, o meu batismo, o momento em que morria a velha vida e nascia a nova. Que benção, como Deus é bom, agradeço imensamente por seu chamado. Em abril de 2011 fui batizada pelo Espírito Santo, oh Glória, o poder de Deus é tremendo. Sei que tenho uma obra pra fazer, e oro ao Senhor que me mostre e me capacite.

Tenho mais pra contar, não deixarei de contar, mas vou faze-lo depois.

Termino por aqui, firme em Deus e orando o tempo todo para que o Espírito Santo faça a obra na vida de minha familia, que todos possam abrir os olhos espirituais e seguir apenas ao Senhor Jesus. Obrigada meu Deus.

"O homem que não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente" (1 Coríntios 2:14)

"O homem espiritual discerne todas as coisas" (1 Coríntios 2:15,16).


*Neiva*



2 Comentários:

Tatiana Félix disse...

Lindo testemunho, Neiva.... Que você continue sendo um instrumento de Deus para levar ensinamentos para outras pessoas...
Beijo!!

Liliane Pedral disse...

Neiva,
“…Aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao dia de Cristo Jesus.” Filipenses 1.6
Que você cresça cada dia mais em graça e conhecimento!
Beijos

Postar um comentário

Agradeço a sua visita. Deixe seu comentário.

Visitas

Web Radio Rhema

Divulgue em seu site

Eu Faço Parte

Meu Site

Seguidores

  ©" Edificar Vidas " - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo