21 de dez de 2011

Natal



Paulo, servo de Deus, e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus, e o conhecimento da verdade, que é segundo a piedade,
Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos;
Mas a seu tempo manifestou a sua palavra pela pregação que me foi confiada segundo o mandamento de Deus, nosso Salvador; 
(Tito 1:1-3)

Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna. 
(Tito 3:7)

Estava caminhando num shopping center e ouvi músicas de Natal de uma escola local. Chamou minha atenção que, embora as melodias me fossem familiares - eram de hinos cantados nas igrejas para comemorar a vinda do Senhor Jesus ao mundo - as letras tinham sido mudadas para dar ênfase a Papai Noel. Neste tempo em que tudo deve ser politicamente correto, aquele coro expressava o pensamento de muitos de que não se deve falar apenas de Jesus no Natal. E, então, o personagem gordinho de vestes vermelhas e barbas brancas tornou-se a figura central. Confesso que me senti profundamente triste ao ouvir que aqueles cânticos lindos que falam de Jesus nascido em Belém da Judéia, a revelação de Deus na terra, tinham sido mudados e Jesus excluído em muitas celebrações do Natal. Qual é então o significado do Natal? para nós cristãos não há dúvida nenhuma de que no dia de Natal Deus veio ao mundo para nos dar esperança de vida eterna no céu para todos aqueles que crêem. Na língua grega em que foi escrito o Novo Testamento, a palavra esperança é diferente daquela em português. Em português, esperança sempre embute um elemento de dúvida. Ao dizermos que esperamos realizar um projeto, queremos também dizer que talvez ele não se realize. Na linguagem bíblica, entretanto, esperança é uma realidade que não admite nenhuma probabilidade de dúvida. O que Paulo expressou escrevendo ao seu companheiro Tito é a realidade na esperança da vida eterna, que não pode ser mentira pois está fundamentada na Palavra de Deus.

A esperança bíblica é tão somente espiritual. Ela não está ligada a comidas e bebidas ou a presentes, e muito menos ao velhinho de barbas brancas. Essas coisas têm algum valor relativo nas celebrações do fim do ano, mas só há esperança verdadeira quando Cristo domina no coração das pessoas.

Texto de João Garcia, Oakville, Canadá
extraído do livro Pão Diário


"Cristo Jesus, a nossa esperança" (1Tm 1.1)

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Agradeço a sua visita. Deixe seu comentário.

Visitas

Web Radio Rhema

Divulgue em seu site

Eu Faço Parte

Meu Site

Seguidores

  ©" Edificar Vidas " - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo